Yahoo! (*1995 +2017)


Os mais jovens não podem imaginar o que era navegar a internet antes do Yahoo. Não havia um mecanismo de busca. Para você achar uma página era preciso escrever seu endereço completo.. E, para isso, era preciso ter esse link. Existiam livros (de papel) que serviam como catálogos para que a gente achasse o que queria e digitasse, sem falhas, o endereço, começando pelo "http://"...

O Yahoo!, fundado em 1995, foi o primeiro mecanismo de busca popular da internet. Ele organizava nossa vida na rede através de itens e sub-itens. Era também pioneira na formação de grupos interessados num mesmo assunto. Eu mesmo criei um grupo de homenagem ao grande compositor clássico Franz-Joseph Haydn e vi essa comunidade se alastrar pelo mundo fora do meu controle.

Pois bem. O Yahoo acabou. A antiga gigante da internet foi vendida ao conglomerado Verizon, que também comprou o não menos falecido pioneiro AOL (American On Line). Segundo artigo do New York Times, o Yahoo ficou conhecido como o lugar onde a reputação de bons executivos morre.

A última vítima desse cemitério de reputações foi Marissa Mayer, muito celebrada quando assumiu a chefia da empresa, mais por razões feministas que empresariais. Mayer acabou servindo acidentalmente como a última esperança de ressuscitar a empresa. (Mas não chore por ela. Marissa vai sepultar a Yahoo! tendo direito a um bônus de 264 milhões de dólares). Os anos de glória do Yahoo! é um dos assuntos do livro Alma Digital.

20 anos de história da tecnologia.
Amazon Brasil - http://goo.gl/MzssB8
Amazon.com - https://goo.gl/lvhJzE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você está preparado para fazer sexo com robôs?

O que falta para o Spotify?

BBC: a Máquina de Antikythera, o mais antigo computador da História?